Conheça a linguagem de programação BIRL criada por brasileiros

Conheça a linguagem de programação BIRL criada por brasileiros

Conheça a linguagem de programação BIRL criada por brasileirosBIRL

Um grupo de brasileiros inventou a linguagem de programação mais treze do mundo: BIRL (Bambam’s “It’s show time” Recursive Language). Inspirada no ArnoldC, a linguagem tem código aberto e utiliza comandos simples, como “CE QUER VER ESSA PORRA?” para mostrar na tela e “ELE QUE A GENTE QUER?” como teste condicional. E você já pode começar a programar, mas tem que provar que constrói fibra.
A sintaxe do BIRL é bastante familiar para quem conhece C e seus derivados, mas será ampliada “pra ficar o mais longe possível dessa linguagem de quem sobe em árvore”. E não é água com código: os principais comandos já estão implantados e um interpretador totalmente funcional está disponível — você pode até mesmo baixar seu fonte .birl.
Quer mostrar na tela? Basta utilizar:

Conheça a linguagem de programação BIRL criada por brasileiros

Sai de casa codei pra caralho! Veja como programar em BIRL é treze memo com esse somador:



CONSTRUINDO FIBRA

Início do código

Conheça a linguagem de programação BIRL criada por brasileiros

HORA DO SHOW

//código aqui

BIRL

Tipos de dados

FRANGO FR = ‘a’; (char)
MONSTRINHO M1 = 13; (short)
MONSTRO M2 = 37; (int)
MONSTRAO M3 = 666; (long)

Tipos de dados Vai, monstro.

TRAPEZIO T = 0.13; (float)
TRAPEZIO DESCENDENTE TD = 0.37; (double)
BICEPS FRANGO BF = 200; (unsigned)

Printar na tela

CE QUER VER ESSA PORRA? (“Hello, Mutante”);

Ler da tela

MONSTRO X;
QUE QUE CE QUER MONSTRAO? (“%d”, &X);

If

ELE QUE A GENTE QUER? (3 > 2)
//código a ser executado
BIRL

If/Else

ELE QUE A GENTE QUER? (X > 2)
//caso verdadeiro
NAO VAI DAR NAO
//caso falso
BIRL

Else if

ELE QUE A GENTE QUER? (X > 2)
//X > 2
QUE NAO VAI DAR O QUE? (X < 2)
//X < 2
NAO VAI DAR NAO
//X = 2
BIRL

While

MONSTRO X = 5;
NEGATIVA BAMBAM (X > 2)
//rodar código
X–;
BIRL

For

MONSTRO M;
MAIS QUERO MAIS (M = 0; M < 5; M++)
CE QUER VER ESSA PORRA? (“%d”, M);
BIRL

Break/Continue

MONSTRO M;
MAIS QUERO MAIS (M = 0; M < 5; M++)
//continue
VAMO MONSTRO;Quer mostrar na tela? Basta utilizar:
//break
SAI FILHO DA PUTA;
BIRL

Declarar funçãoVai, monstro.

OH O HOME AI PO (MONSTRO NOMEFUNC(MONSTRO A, MONSTRO B))
//código da função
BORA CUMPADE 1;
BIRL

Chamar função

MONSTRO A = 5;
MONSTRO B = 8;
MONSTRO C = AJUDA O MALUCO TA DOENTE SOMAR(A, B);

Você já pode pegar bastante informação do BIRL e codar pra caralho: a documentação completa está disponível no GitHub. Vai, monstro.

Artigos Relacionados

Desconfiado, homem usa drone para flagrar traição da esposa

Desconfiado, homem usa drone para flagrar traição da esposa

Desconfiado, homem usa drone para flagrar traição da esposa O Drone foi usado para obter imagens aereas e pegar a esposa infiel no flagra! 😛 Um Norte-Americano usou um drone para flagrar suposta traição de sua esposa e colocar fim no seu casamento. Segundo o marido, ele ficou desconfiado depois que a mulher passou a receber ligações […]

HUMOR ÁCIDO: QUAIS OS TIPOS DE COMPUTEIROS?

HUMOR ÁCIDO: QUAIS OS TIPOS DE COMPUTEIROS?

O QUE É UM COMPUTEIRO? QUAIS OS TIPOS DE COMPUTEIROS? Define-se como computeiro o estudante universitário ou qualquer outro tipo de desocupado que tem como área mais importante de atuação a computação. Ainda pode-se atribuir a alcunha “com o puteiro” a pessoas que fazem programas, pessoas que tenham digitado algum comando avançado no cmd.exe do […]

NewsLetter

Receba nossas novidades por email!